Vinte e Cinco de Abril



Parece cliché, mas não deixa de ser verdade. Vinte e Cinco de Abril #sempre. Pela liberdade colectiva e individual. De expressão. De ter uma opinião. De ter uma sexualidade diferente. De amar quem quiser. De querer caminhar pelo próprio pé. De querer tudo, e não estar condicionado pelo berço. De querer mudar o mundo, e não ter medo de o dizer. De escrever parvoíces nas redes sociais, mesmo quando não temos razão nos argumentos utilizados. De querer largar o presente e abraçar o futuro, sem problemas de consciência. De ter direito ao saber e ao conhecimento, e ter o dever de esclarecer os outros. Todos. De querer ser feliz, e não ter vergonha disso. 

2 comentários:

Este blogue não é uma democracia e eu sou um ditador’zinho… pelo que não garanto que o comentário seja publicado. Mas quem não arrisca…